home

Diário de Bordo

Lápis Raro
Lápis Raro
Ver todas

Todos a bordo

Categorias:

Compartilhe:

Em algum momento, antes de chegar a esse post, sua mente caiu em uma encruzilhada. Clicar no link divulgado no Twitter e no Facebook? Acessar o blog da Lápis hoje? Entrar na internet e trocar a produtividade pela boa e velha procrastinação? E, em algum momento, uma decisão foi tomada para, enfim, você chegar até aqui.

Nada surpreendente. Essa tal encruzilhada é o que comumentemente chamamos de dúvida. Aquela pulguinha atrás da orelha que nos acomete em diversos momentos de nossas vidas. Agora, pode ter sido a decisão de ler ou não esse post. Mas também pode significar a escolha de uma profissão, o início de um relacionamento, a compra de um carro, a definição de um destino para viajar. É ela, a dúvida, que nos coloca em movimento, que nos faz arriscar (ou não), que pode nos tornar únicos. A Carla falou sobre isso aqui, em um texto que mostrou as reflexões que permearam nosso trabalho esse ano. O que, sem dúvida alguma, indica o valor desse tema para a agência.

Por isso, baseado na importância da dúvida para a construção da sabedoria, a Lápis Raro desenvolveu seu Diário de Bordo – brinde que, há 14 anos, é feito para clientes, fornecedores e funcionários – inspirado na concepção de ideias opostas e no sentimento de ineditismo sobre o novo ano que se aproxima. Concebido pelo Núcleo de Design da agência, transformamos o Diário em algo além de um objeto, que provoca uma reflexão-sensorial.

Para causar essa experiência, um jogo de palavras e ideias contrárias ilustram a peça. A primeira dúvida provocada é a escolha de qual lado adotar como capa. Um lado traz a imagem de um Uroboros, um símbolo representado por uma serpente/dragão que morde a própria cauda, simbolizando a eternidade e o ciclo da evolução voltando-se sobre si mesmo. No outro lado, há uma ilustração de água como símbolo de vida, de nascimento e movimento, representando a mudança e a passagem do tempo. O Diário de Bordo está muito ligado a um pensamento de João Cabral, que diz que escrevemos por dois motivos: para preencher ou para transbordar. Ele é um espaço em branco para novas ideias, um convite para criar. E essa é a essência de uma agência de comunicação.

A Lápis, através do Diário e de todas essas reflexões, quer colocar a dúvida como uma grande companheira em 2012. E se você chegou até aqui, se sua mente não caiu em uma encruzilhada onde você teve que decidir se saía ou não do blog no meio do texto, a gente fica feliz. Se aconteceu o contrário, ok. Também, sei lá, talvez, se você tivesse saído, teria tido algum tipo de experiência diferente no seu dia. Vai saber. Fica a dúvida.

Comente aqui

» Comentar

Comentários:
3
  • Hank disse:

    That’s a nicely made answer to a chailenglng question

  • Ronaldo F. Coelho disse:

    Desejo aos profissionais da Lapis Raro que continuem evoluindo e propsperando. Fazendo da dúvida um montão de coisas criativas e que encantem a seus clientes e amigos.

    Obrigado por ter sido distinguido com esta mensagem de final de ano;

  • Pri dourado disse:

    Esse diário de bordo a cada ano fica mais bacana e disputado! Parabéns a tetê pelo projeto e a toda equipe do design pela competencia. Show de bola. orgulho de trabalhar com uma equipe como vcs. beijo da Pri

R. Antônio de Albuquerque, 156 — 12º andar — Funcionários
Belo Horizonte MG — Brasil — CEP: 30112-010
Fone: +55 31 3211-5100 — Fax: +55 31 3211-5172
e-mail: contato@lapisraro.com.br