home

Diário de Bordo

Lápis Raro
Lápis Raro
Ver todas

Mala de férias

Categorias:

Compartilhe:

 Bubble _ The Movie

Então, 2008 chegou.
Eu comecei o meu ano muito bem, obrigada.
Assisti ao último filme do diretor israelense Eytan Fox, que vai muito além da história de amor entre um israelense e um palestino.
Fotografia de babar, diálogos idem.

E você, o que tem de novo na sua bagagem?

Comente aqui

» Comentar

Comentários:
8
  • ale disse:

    Escoriações leves e um braço quebrado.

  • Rebecca disse:

    Ju, vá correndo não… vá voando!

    Se não encontrar, me liga que eu te empresto os meus (estão traduzidos para o espanhol…). A Lu está com o único em português que eu tenho!

    Pode pedir pra ela que ela já terminou.

    Bjos!

  • Juliana Sampaio disse:

    (O.T. para Rebecca: querida, uma vez você me falou que eu te apresentei a Orlando e a V. Woolf, e morri de orgulho disso. Então vou lá correndo ver se encontro essa Amélie, porque aposto que vai ser uma apresentação à altura. Beijo.)

  • Juliana Sampaio disse:

    No meu caso, o melhor é o que não tem mais na minha bagagem.
    Cigarros.
    🙂

  • Elisa disse:

    Sobre Bubble eu prefiro não comentar pois esse tema esquenta meu sangue.

    Na bagagem, tem um certificado de surfista principiante profissional. Lições de um certo professor Frank que mudaram algumas concepções de vida. Bolinhos de Falafel. Idéias azuis. E novos vícios. Saudáveis, se é que dá pra acreditar. Tipo: suco de laranja com cenoura.

  • Rebecca disse:

    Gostei do Bubble, mas concordo com a Cristiana, ele exagera um pouco… afinal, dentre as poucas opções possíveis, o cara escolhe a mais absurda…

    Tudo bem, o Romeu e a Julieta também escolheram a opção mais nonsense, mas eles eram adolescentes… o padre é que não era… enfim, shakespeare também pega pesado!

    Mas quem disse que a arte precisa ser verossímil?! Nós também não tomamos decisões absurdas às vezes? Acho que o filme também é sobre isso, sobre como as coisas humanas não têm pé nem cabeça… principalmente quando se trata de guerras! E de amores…

    Por falar em amor… na minha bagagem, só deu Amélie Nothomb: http://pt.wikipedia.org/wiki/Am%C3%A9lie_Nothomb

  • Eu achei meio bubble. Falando sério: achei sem ritmo, se arrasta demais, apesar da temática atual e original. Pretende ser o Romeu e Julieta dos tempos pós-modernos, mas peca por (muitos) exageros. Ainda assim diverte e emociona (chorei no começo e no fim, exatamente).

    Na minha bagagem tentei colocar uma calça de cintura alta. Mas achei que ia ficar que nem o filme: exagerado.

  • Michel Montandon disse:

    Praia, mar, sombra e água fresca, leitura coletiva e bauretes !

    Vale tudo: O som e a fúria do Tim Maia. Ao contrário do Rei ele preferiu ser o bobo da corte, e acabou eleito o síndico do Brasil. Diversão garantida.

    De Nelson Motta.
    Editora: Objetiva.

R. Antônio de Albuquerque, 156 — 12º andar — Funcionários
Belo Horizonte MG — Brasil — CEP: 30112-010
Fone: +55 31 3211-5100 — Fax: +55 31 3211-5172
e-mail: contato@lapisraro.com.br