home

Diário de Bordo

Lápis Raro
Lápis Raro
Ver todas

16 ou 17 coisas que você precisa saber sobre uma pessoa tatuada.

Categorias:

Compartilhe:

tatoo2

1. Não, ela não quer falar sobre isso.

2. Sim, ela teve coragem. Ao contrário de você, que está pensando em fazer uma tatuagem há 14 anos.

3. Não, ela não se arrependeu.

4. Ela é tatuada, não tatuadora. E não quer dar a você todas as dicas de como, onde, quando e que desenho tatuar.

5. Cuidado com perguntas do tipo “Você trabalha com tatuagem?” se não quiser ouvir respostas do tipo “Sim, eu não tiro a tatuagem para trabalhar”.

6. A não ser que pinte um clima, não saia botando a mão.

7. Não, ela não é um outdoor, nem um pássaro, nem um avião. Pessoas tatuadas não gostam de ser assistidas como se fossem um filme. Nem de ser observadas e avaliadas como num programa de calouros. Evite dar voltas em volta dela, olhando de cima a baixo.

8. Pode parecer estranho, mas, não, ela não quer chamar atenção. Pode parecer ainda mais estranho, mas as tatuagens são desenhos dela para si mesma, não para os outros. E têm muito mais a ver com o que ela quer dizer para si mesma do que para o mundo.

9. Perguntas do tipo “E essa aqui, o que significa?” só significam uma coisa: você é um chato. Gostaria de ouvir perguntas do tipo “O que significa o seu cabelo chanel?”

10. Proibido fotografar, filmar, tocar ou comer no recinto.

11. Não, ela não quer pensar em um desenho para você tatuar.

12. Sim, ela respeita se você achar ridículo. Mas nem tudo precisa ser dito. Ou ela será obrigada a opinar sobre o seu enorme brinco de pena.

13. Doeu, sim. Mas o que dói mesmo é esse seu olhar de turista.

14. Sim, ela já sabe que você é louco pra fazer uma, mas nunca teve coragem. A pergunta é: “E daí?”

15. Não, ela não tem tatuagem onde você está imaginando.

16. Sim, ela trabalha num lugar muito democrático. Ou usa terno e gravata.

17. Enfim, anotaí: Kaká – (31) 3225 7092 (fica na Fernandes Tourinho, entre Levindo Lopes e Bahia)

Comente aqui

Deixe uma resposta para Daniel Cancelar resposta

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.

Comentários:
26
  • Dayane Silva disse:

    Muito bom 😀
    E claro amei a número 9 kkkk

    Bjo

  • Kac-shoro disse:

    1, 3 e 8 podem não ser verdade

  • Kavalo disse:

    Tudo isso é verdade, TODO tatuado idiota pensa assim!

  • Daniel disse:

    Tá bom que quem faz tatuagem faz só pra si mesmo!!!!! pode até ter um sentido especial, mas é claro q querem q todos vejam!

  • kel disse:

    tomei a liberdade de colocar o texto no meu orkut.
    maravilhoso

  • daiane disse:

    uhauhauha.. adoreiiiii issu.
    eh assim mesmo q eu me sinto – turistas me olhando

  • Vivs disse:

    Muito bom! Qts vezes já não me disseram “vc ainda vai virar um gibi!” ¬¬

    Infelizmente, ainda tem muita gente preconceituosa por aí.

  • Rackel disse:

    Q engraçado… eu tenho tatoo e nunca passei por esses problemas não… ng nunca ficou curioso pra saber pq eu tatuei, ou se doeu mto, a ponto de me tirar do sério… ou eu estava sempre de bom humor explicava sem o menor constrangimento. (mas tb,a minha tattoo é um gato, não tenho mto o q explicar sobre isso, né)

    Adorei a parte do ‘vc trab com tatoo? eu não tiro a tattoo pra trabalhar!’… poxa, nunca tive a sagacidade de responder algo desse tipo! rsrs

    Bem bolado o texto

    bons ventos aí no blog
    =)

  • Elisa disse:

    Aaaai! É um porre isso… Acho que um milhão de pessoas (desconhecidas) já vieram passar o dedo na minha tatuagem… Arrrrrgh!!! E quando perguntam: o que significa? Vontade de andar com um gravador debaixo do braço… Essa pergunta então… eu já respondi tantas vezes que às vezes me arrependo de ter feito a tattoo só por causa dos malas que ganhei de brinde!

  • Paula Seabra disse:

    Adorei!!! Fiz minha primeira tattoo recentemente e quero usar esse ítens!!!

  • Cristiana Guerra disse:

    Depende, Carla. São muito grandes?

  • carla madeira disse:

    Acabei de comprar uns brincos de pena. Será que é grave?

  • Vick disse:

    Cris, faltou vc acrescentar o seguinte: “Não, quando ela ficar velha, mesmo que o lindo lagartinho tribal vire um tiranossauro rex pelancudo, ELA NÃO VAI QUERER TIRAR”.

    bjim

  • Kika disse:

    Uai, gostei dessa Tia Marina!

    Estampada…

    Que menina bonita!

    Estampada…

    Não é a toa que dizem que quando se tem um algo “a mais” se tem “uma bela estampa”…

    Gostei!

    Vivendo e aprendendo e experimentado!

    E como disseram aí por cima, digo o que já disseram (também): cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.

    beijos,

    Kika

  • Cristiana Guerra disse:

    Tia Marina, sabia que era você! Tia coruja e querida.

  • Raquel disse:

    Umas das coisas que eu mais ouço é “doeu muito? eu tenho vontade mais não tenho coragem”.

    Na vida a gente precisa ter coragem até pra levantar da cama.

    Tem uma frase do Paulo Leminski que diz “dor, delícia do experimentador”.

    Quem não experimenta perde a dor mas também perde a delícia. Eu que não perco a oportunidade de comer a vida, lambendo os dedos.

  • Marina disse:

    Ninguém nunca falou como eu !!!!
    Ela não é tatuada, ela é “estampada”.
    Estampada ou não eu gosto muito dela.

  • Kika disse:

    FALANDO SÉRIO (A Cris sabe do que estou falando)

    Esse número, que transcrevi para ficar bem enfático: 5. Cuidado com perguntas do tipo “Você trabalha com tatuagem?” se não quiser ouvir respostas do tipo “Sim, eu não tiro a tatuagem para trabalhar”; me fez lembrar de algo que está virando rotina e poucos percebem.

    Quem já não foi vítima em algum estabelecimento comercial, da pergunta: VOCÊ TRABALHA COM CHEQUE?

    E quem já pensou em responder (seria interessante se fossem em tom severo e rígido): NÃO, EU NÃO FAÇO COMPENSAÇÃO BANCÁRIA!…

    ps: contei assim, mas é um caso verídico…

    Beijo$, Kika

  • Ana Lúcia disse:

    …continuo rindo…

  • Kika disse:

    Bãodimais aprender sobre isso.

    Eu não sabia nadica de nada!

    E era bem capaz de cometer uma boa metade dos erros…

    Sabe que ontem eu encontrei uma moça tatuada e fiquei bem curiosa sobre um troço escrito no braço esquerdo dela que parecia que tinha uma letra T e uma letra Z…

    Mas é bom saber que não se deve perguntar!

    Vai que um dia alguém pergunta assim… bem assim… tipo se do Planeta que eu vim não se operava de miopia, né?

    Eu não ía gostar não! Eu gosto por demais dos meus óculos e tenho mais medo ainda da operação da miopia…

    Então entendi direitim esse recado de não ficar olhando como turista para pessoas tatuadas!

    Mas também… sabe o que é… É que é bonito demais de se vê!

    É tudo colorido, colorido! E até quando não é assim, tão colorido, é bonito nos desenhos, nos traços, nas combinações que as pessoas que tem fazem!

    E se não é para olhar, por que é que tem então… Isso aí é que não dá para entender… Aliás, até dá, já que é da pessoa para a pessoa, porque isso eu entendi.

    Tipo assim… Eu sou gorda de mim para mim mesma, o dia que eu encismar de emagrecer, eu emagreço, mas por enquanto, me deixa ser gorda aqui mesmo porque comer é tão bom!

    Mas se tem a tatuagem, que é tão bonita de se vê, e ainda anda por aí com ela para os outros verem, por que vai fazer essa judiação de não deixar a gente vê…

    Ah, isso eu não entendi direito não…

    Mas tudo bem…

    Pois eu gosto dimais dessa moça, sô!

    E tô fazendo essa hora danada toda aqui, pois Belorizonte, vai sê sempre Belohorizonte.

    Vai sê sempre essa roça-grande, esse pé de serra do curral, mesmo que a serra esteja cada vez mais é plana…
    ……………….

    Brincadeiras a parte, pois pensar como “jeca” cansa muito! Bom demais essas coisas para saber! Ainda mais no formato de lista! ADORO LISTAS!
    Beijos, Kika

  • Alexandre disse:

    MUITO ÚTIL ESSE TEXTO CRIS. MUITO ENGRAÇADO TB. DIVULGA ISSO EM OUTROS SUPORTES. 🙂

  • Adriana disse:

    Ha,ha,ha!
    Vou mostrar este texto para um carinha que vi outro dia em uma festa, perguntando tudo para uma pessoa tatuada!
    Muito bom!

  • clara lopez disse:

    Cris, muito bom ler as dicas pq vou procurar ser mais discreta quando vir alguém bem tatuado (não fico olhando demais, tampouco, acho deselegante), mas confesso que é quase impossível não ficar curiosa a respeito de alguns desenhos. Esse aí de cima não gosto, nem tenho curiosidade.
    um abraço,
    clara lopez

  • Jady disse:

    Estou pedindo autorização prévia para postar isso quando, finalmente, depois que criar a tal coragem para fazer a minha.

    Adorei o post 😉

R. Antônio de Albuquerque, 156 — 12º andar — Funcionários
Belo Horizonte MG — Brasil — CEP: 30112-010
Fone: +55 31 3211-5100 — Fax: +55 31 3211-5172
e-mail: contato@lapisraro.com.br