home

Diário de Bordo

Lápis Raro
Lápis Raro
Ver todas

A Lápis indica.

Categorias:

Compartilhe:

 tarcisio

Definitivamente, o museu como mero expositor de coleções virou coisa do passado. O cidadão-internauta-multimídia não se contenta mais em ser observador passivo. Os espaços atuais acompanham a mudança, oferecendo novas situações culturais, com interatividade, experiências, reflexões, envolvimento. Quem foi ao Museu das Telecomunicações da Oi sabe do que estou falando. Sim, meu caro, em Belo Horizonte mesmo. Ali no prédio da Telemar, na Afonso Pena – um programa para todas as idades e gratuito. Pegue sua pick-up (um aparelhinho para pendurar no pescoço, distribuído na entrada) e acompanhe as instalações. Conheça a cabine Profetas do Futuro, a sala da Linha do Tempo, associe a lista telefônica ao Google Earth para descobrir onde moravam alguns nomes célebres, descubra como o passado previu o futuro e os avanços da biotecnologia. Ouça depoimentos na voz de seus próprios autores, entre numa cabine telefônica de 1930. Experimente. O Museu ainda tem espaço para palestras e debates, além de uma mesa com internet grátis e uma Biblio_tec, com livros de arte selecionados e jornais diários para consulta. Vai lá, Glória.

Comente aqui

» Comentar

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.

Comentários:
5
  • carla madeira disse:

    Um Museu de grandes novidades, diria Cazuza. Eu chamo de sentidoteca, faz sentido, não faz?

  • Juliana Duarte disse:

    O Oi Futuro é mesmo muito bom. Pra quem tiver tempo e interesse tem muita coisa bacana pra ver e aprender. Os conteúdos disponíveis são super elaborados e dão o que pensar. Eu adorei, já fui duas vezes e topo ir mais algumas. No Museu de Artes e Ofícios eu já fui várias vezes, é um museu hiper bem montado, bonito de se ver. Mas apesar de ter vários terminais multimídia que permitem aprofundar em cada tema, não é interativo como o Oi. É um museu pra visitar, mexe com a nossa história, mas não te convida à participação. São viagens diferentes, vale a pena embarcar.

  • Cristina disse:

    Mas também não vá esperando nada daquele porte, Maurilo.

  • Cristina disse:

    Você viu a Clarice? O Museu da Língua Portuguesa é sensacional mesmo, começando pelo prédio. A outra vantagem é ter a Pinacoteca bem em frente, que não segue essa tendência, mas tem sempre alguma coisa legal pra mostrar. Outro museu que eu tô a fim de indicar, mas não posso porque ainda não fui lá, é o de Artes e Ofícios, na Praça da Estação. Ok, indico mesmo sem ter ido. Aposto que é bom.

  • redatozim disse:

    No da Oi eu ainda não fui, mas já me falaram bem dele. Agora, um que tem esse estilo e que é maravilhoso é o Museu da Língua Portuguesa em São Paulo, na Estação da Luz. Uma experiência indescritível.

R. Antônio de Albuquerque, 156 — 12º andar — Funcionários
Belo Horizonte MG — Brasil — CEP: 30112-010
Fone: +55 31 3211-5100 — Fax: +55 31 3211-5172
e-mail: contato@lapisraro.com.br